Trajes

Baseados num trabalho de pesquisa e recolha, em que foram utilizadas as mais diversas fontes, com vista a uma fiel reconstituição do modo de vestir do povo Gandarez e Bairradino, nos finais do século XIX, havendo a preocupação pelo uso dos tecidos tradicionais – chitas, baetas, brocados, surrubeco, burel, merino, linho e outros – no que diz respeito aos materiais de calçado – calfe, atanados e pelica – respeitando também os adereços próprios, que caracterizam as tarefas funcionais da época – açafate da tremoceira, canastra da vendedeira de peixe, “condensa” para os farnéis de romaria, rede e búzio do pescador…

O Grupo Folclórico Cancioneiro de Cantanhede apresenta, entre outros, os seguintes figurinos:  Noivos, Lavradores ricos, Meia Senhora, Teres e haveres, Domingueiros, Ver a Deus, Lavrador remediado, Festa e romaria, Bairradina, Romeiros e Vagos, Mulher de Cantanhede, Tremoceira, Moleiros, Feirantes, Vindimadores, Vindimadeiras, Pescador, Vendedeira de peixe, Mantéu, Ceifeira, Vendedeira de bolos e Galinheira.